Segunda-feira, 3 de Novembro de 2008

   Então não é que foi até Cracóvia neste último fim de semana! Correu tudo bem, só não estava á esperava levar com seis polacos em cima no sábado.

Eu explico melhor, estivemos no hostel até perto das 2:30 a fazer aquilo que se chama beber, quando acabou a bebida (e ela acaba sempre, esta maluca!) resolvemos dirigir-nos ao bar mais próximo para continuar a nossa saga, e não é que a meio caminho somos abordados por um grupo de polacos pouco amistosos que resolveram aviar a torto e a direito todo e qualquer elemento masculino que se mexe-se.

   A principio achei estranho, depois ainda achei mais estranho porque há coisas que não se explicam mesmo quando o grau de estupidez é do mais elevado que existe.

Do que eu me recordo é de ver três animais de volta do meu amigo James (madrileno) a darem-lhe carícias tão fortes na cara que ele teve de se enrolar no chão como um bicho de conta, eu instintivamente agarrei num desses animais e comecei num dialogo interessante que agora não me lembro para transcrever aqui, foi giro, foi interessante e o mais engraçado ainda foi ter caído para dentro de um canteiro com tal violência que até ouvi algumas flores a dizer “foda-se”. È claro que me partiram os óculos e tive andar dois dias com os meus óculos de sol graduados, só me faltava aquela vareta de apalpar o chão! Mais tarde acabei por ir ao local do crime e consegui encontrar parte dos óculos, dá para desenrascar!

   Mas coisas mais alegres, fomos ao campo de concentração de Auschwitz e Birkenau e é sem dúvida um sitio marcante, impressiona sobretudo pela quantidade de objectos deixados pelos milhares residentes que lá estiveram, milhares de sapatos, de óculos, de pastas, objectos pessoais, uma sala repleta de cabelo, tudo coisas simples mas que têm uma identidade humana impressionante, e impressiona sobretudo pela frieza dos espaços.  Olhando para as milhares de fotografias não ficamos indiferentes o facto de nos parecerem todas iguais e inexpressivas, o sofrimento era tal que a morte já era aceite e na maior parte das vezes desejada.

   Fomos também visitar as minas dos sal, que são o maior buraco de toupeira que já vi, infindáveis caminhos subterrâneos repletos de estátuas e bonecos feitos de sal. Á excepção de duas ou três grutas realmente interessantes as minas do sal são uma grande canseira e nem sequer vês estalagmites e tites de jeito (és capaz de ver uma ou duas muito pequeninas, daquelas que se vêem na casa de banho dos teus avós).

   A cidade de Cracóvia é sem dúvida lindíssima e facilmente se fica apaixonado por ela, é uma cidade pequena e concentrada e está repleta de história e pequenos edifícios bonitos. A praça central é a maior praça medieval da Europa e é de uma beleza contagiante. Não fossem os seis polacos era uma das minhas cidades favoritas. 

Prometo que no próximo vídeo vos vou mostrar estes três sítios onde estive.

   A titulo de curiosidade, já alguma vez levaram com uma carga de extintor em cima? Eu já, e posso-vos dizer que é uma experiência curiosa. O Alves que é um tipo simpático e então quando está bêbado nem se fala teve este amável gesto para comigo numa bela noite no nosso tão querido mandarim, perto das cinco da manhã Alves o bombeiro empunhando um extintor decide apagar o fogo que há nas mulheres, sorte a minha quando á escassez deste ser e eu sou o alvo certo. Posso-vos dizer que arde um bocadinho nos olhos e o cabelo fica tipo farófias e a roupa fica tão branca que faz inveja ao mais lavado fantasma.

Experimentem, até logo.



publicado por AntonioMarto às 15:27 | link do post | comentar

6 comentários:
De Kin! a 3 de Novembro de 2008 às 18:31
Eu acho que o blogue se deveria intitular: Brno - as peripécias acidentais de um estudante em Erasmus!
Mudando de assunto, estou a ver que estás bem, que te tens alimentado e feito exercíco forçoso... LOL!
Bjitux!


De Hugo a 3 de Novembro de 2008 às 20:28
Tens o dom de atrair confusão :D Não lhes espetaste nenhuma murraça?

Quero fotos!


De Anónimo a 3 de Novembro de 2008 às 23:57
Jony , eu tou como o mestre André...era logo uma cabeçada à cais'odré ..mas o que é que tu andas-te a fazer 5 anos em Lisboa pá?

Deves ter andado a estudar, olha se foi isso não aprendes-te nada...não foram poucas as vezes em que estivemos neste bonito sitio por tão boas pessoas frequentado .

Vê lá se levas uns açoites , mas é de duas ou três polacas! (se for a dorota , basta uma!)

Ricardo Paulino


De Hugo a 4 de Novembro de 2008 às 01:06
Bem, se for da Dorota Prezesmica basta meia...


De ivone a 5 de Novembro de 2008 às 23:01
Bem andas a levar porrada que é uma coisa...
Mas tu nao costumas ser um ser amigavel?
Qu´é que se passa?
Andas é mal acompanhado! uhmm



De ricardo paulino a 6 de Novembro de 2008 às 23:32
Ta um gajo numa noite mediana...uma mediania...e pensa, vou ao diário de um estudante em Erasmus ver um filmezinho porreiro, ou uma crónica humorística cheia de pinta....

Liga o computador.. pra isto...nada...

Não se faz pá!

Aquele abraço jony !


Comentar post

mais sobre mim
Abril 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
22
23
24
25

26
27
28
29
30


posts recentes

Shparty

De bolso?

O que levamos.

Coisas que acontecem

Com uma sandes mista no b...

Feliz Natal amigo.

Até já

O titulo é este.

Let's party!

O macaco na coluna.

arquivos

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

links
blogs SAPO
Brno